terça-feira, 11 de maio de 2010

Os convocados e a Marca Portugal

Eis a lista de 24convocados:
Atlético Madrid: Simão Sabrosa e Tiago;
Benfica: Fábio Coentrão;
Chelsea FC: Deco, Paulo Ferreira e Ricardo Carvalho;
Deportivo da Corunha: Zé Castro;
FC Porto: Beto, Bruno Alves, Raul Meireles e Rolando;
Lille: Ricardo Costa;
Iraklis: Daniel Fernandes;
Málaga CF: Duda;
Manchester United FC: Nani;
Real Madrid CF: Cristiano Ronaldo e Pepe;
SC Braga: Eduardo;
Sporting: Liedson, Miguel Veloso e Pedro Mendes;
Valencia CF: Miguel;
Werder Bremen: Hugo Almeida;
Zenit: Danny

 

fonte: Federação Portuguesa de Futebol

 

Mais do que o valor desportivo da convocatória, que será certamente dissecado ao ínfimo pormenor, antes, durante e depois do Mundial 2010, e sobre o qual todos darão a sua opinião, parece importante fazer já uma primeira análise de impacto sobre a Marca Portugal e a identificação dos Portugueses com a mesma.

 

Especialmente aqueles que foram convocados e que terão muito poucas hipótese de jogar parece-me que trazem muito pouco valor a esta Marca. Pegando na análise do meu amigo Rui, que me parece muito pertinente em termos desportivos:

 

“Primeiras sensações...chamadas confortáveis para a selecção. Ou seja, existem 4 grupos de jogadores:

- os titulares: Eduardo; Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Rolando e Duda; Pepe; Deco, Simão e Ronaldo; Liedson;

- os que aspiram a algo: Miguel, Nani, Pedro Mendes, Raul Meireles e Coentrão;

- os que já sabem que são 2.ª opções e vivem bem com isso: Hugo Almeida, Ricardo Costa, Miguel Veloso, etc.

- o 24.º, aquele que se vai embora...José Castro (caso Pepe esteja menos mal).”

 

Considerando que Beto, Hugo Almeida, Ricardo Costa, Miguel Veloso, José Castro, Daniel Fernandes (Quem?) , pouco mais farão do que número, porque não chamar outros que certamente fariam o mesmo papel e trariam um valor afectivo e emocional à Marca Portugal neste momento. Mesmo o Duda…., ou Deco que numa triste demonstração publica de ingratidão anunciou que o Brasil será a sua preferência no futuro.

 

Estes para além de não jogarem, serão sempre foco de questionamento, de energia negativa por parte dos adeptos, da massa pseudo-critica jornalística, ou seja, um peso mais que a selecção terá de carregar.

 

Lembro-me de alguns nomes que poderiam desempenhar muito melhor esse papel e que aliviariam esse peso negativo. Por tão óbvios que são (valor desportivo, época realizada, etc), já foram inúmeras vezes repetidos. Ruben Amorim, Quim, Carlos Martins (estes três Campeões Nacionais, motivadíssimos), João Moutinho, por ser incansável e de reconhecimento transversal, Ricardo Carriço, Carlos Saleiro (um potencial português numa posição tão carenciada). Isto para frisar apenas alguns.

 

Mas mais do que o valor desportivo, estes jogadores, ou outros como eles, trariam unidade nacional no apoio à selecção, criariam energia positiva.

 

E porque nestes momentos além do valor desportivo, individual e colectivo da Selecção, há muito mais factores que influenciam a sua prestação, teria sido interessante que se tivesse tido em consideração o valor e posicionamento da Marca PORTUGAL, para que todos a consumíssemos de forma proactiva.

 

Agora já está… Força Portugal!

Reacções:

3 comments:

  1. Obrigado pela promoção gratuita :) Mas como disse, acho que Portugal vai vir muito cedo para casa e com isso os jornais vão voltar aos nomes e mercados para as contratações!

    ResponderEliminar
  2. Á meia noite será divulgada a entrevista exlusiva do portuguesesnoestrangeiro com um jogador..

    vem ver!

    http://portuguesesnoestrangeiro.wordpress.com

    ResponderEliminar
  3. Antes de mais agradecer o facto de teres posto este blog online. Está excelente.

    Relativamente à selecção penso que a maioria dos Portugueses deve de estar mentalizado pelo mais que provável regresso da selecção logo após a fase de grupo.
    As escolhas do nosso "seleccionador Nacional" são inapropriadas parecendo uma "desculpa" antes do tempo ´perante o possivel fracasso que a mesma venha a alcançar.

    No entanto, resta-nos a esperança que os atletas brilhem e mostrem as suas qualidades individuais e colectivas e com isso alcançar um pouco mais que o esperado.

    Força Portugal

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...